Deborah Colker, nossa maior representante no Cirque du Soleil


A coreógrafa brasileira foi a primeira mulher a dirigir um espetáculo do Cirque du Soleil.

Déborah, conhecida por mix, casa, rota, 4por4, Nó, cruel, Tatyana, bele e vero, recebeu por sua última criação - Cão sem pluma - o prêmio Benois de la danse, considerado o Oscar da dança.

Em Ovo, foi responsável pela concepção, coreografia e direção do show, dando seu toque brasuca neste espetáculo que trata da biodiversidade do mundo dos insetos.

 

OVO está cheio de vida. Os insetos trabalham, brincam, lutam e buscam o amor em um tumulto ininterrupto de energia em movimento. Sua casa é repleta de biodiversidade, beleza, ação e momentos de emoção tranquila. Os insetos apavorados são intensamente curiosos quando um ovo misterioso aparece, representando o enigma e os ciclos de suas vidas

Posts Recentes